• Edson Pavão

Visto de Trabalho em Portugal: saiba mais sobre os vistos D1, D2 e D3


Você tem o sonho de morar e trabalhar na Europa, mas ainda não sabe como torná-lo realidade? Temos uma boa notícia: você pode conseguir o visto de trabalho em Portugal! E para melhorar ainda mais, o país disponibiliza 3 tipos de vistos para quem quer exercer uma profissão por lá.


O visto D1 é para quem vai trabalhar como empregado, o visto D2 para os empreendedores e autônomos e o visto D3 para profissionais altamente qualificados. Se você não tem passaporte português, vai precisar de algum desses vistos para viver legalmente trabalhando por lá.


Neste post, falamos sobre as especificações de cada tipo de visto de trabalho para morar em Portugal. Leia e informe-se!


Visto de Trabalho D1

O visto de trabalho D1 é para quem já tem uma promessa de emprego ou contrato assinado para começar a exercer alguma atividade remunerada em Portugal. Trata-se de um tipo de visto emitido para estrangeiros que desejam morar no país por um ano ou mais.


Portanto, para ser elegível ao visto D1, você precisa ter uma vaga de emprego já assegurada enquanto ainda está no Brasil. Isso porque um dos documentos exigidos no processo de emissão do visto de trabalho D1 é a declaração do Instituto do Emprego e Formação de Portugal, órgão correlato ao Ministério do Trabalho brasileiro.


No site do Consulado de Portugal consta a lista completa da documentação necessária para conseguir o visto D1.


Visto de Trabalho D2

O visto de trabalho D2 é indicado para quem pretende ser um empreendedor em Portugal, seja abrindo seu próprio negócio ou exercendo atividade de forma autônoma. Essa é uma opção bastante interessante de visto para você que deseja viver na Europa, mas não tem dupla cidadania.


Se você já empreende no Brasil, também existe a oportunidade de levar sua empresa para Portugal. Depois de concluída a emissão do visto D2, você deve se mudar para Portugal em até 4 meses. O próximo passo é solicitar a Autorização de Residência, que será válida por 1 ano e poderá ser renovada de dois em dois anos, desde que você comprove que segue empreendendo.


Detalhe importante: sua família também terá direito à residir no país. Quando vocês completarem 5 anos morando em Portugal, poderão abrir o processo para emissão da nacionalidade portuguesa.


No site do Consulado de Portugal consta a lista completa da documentação necessária para conseguir o visto D2.


Visto de Trabalho D3

O visto de trabalho D3 é concedido para os chamados profissionais altamente qualificados que pretendem morar em Portugal por mais de um ano. Esse tipo de profissional é aquele que exerce alguma função que demanda conhecimentos técnicos específicos, tais como:


  • Posições de direção ou chefia: executivos que fazem parte do corpo diretivo de organizações privadas ou públicas;

  • Especialistas em funções intelectuais ou científicas: profissionais com competências técnicas específicas, tais como cientistas, médicos, enfermeiros, engenheiros, professores, especialistas em tecnologia da informação (TI) e advogados.


No site do Consulado de Portugal consta a lista completa da documentação necessária para conseguir o visto D3.


Quer saber mais sobre outras formas de viver na Europa? Continue sua leitura e conheça os principais tipos de vistos para morar em Portugal.

5 views0 comments