• Edson Pavão

Visto de Estudante para Portugal: D4, D5, E6 e E9


A Europa tem escolas e universidades com ensino de alta qualidade, o que faz cada vez mais brasileiros optarem por realizarem seus estudos no Velho Continente. A facilidade do idioma torna o Visto de Estudante para Portugal um dos mais procurados.


Isso porque se você não é português nativo, não tem dupla cidadania portuguesa ou europeia, vai precisar de um visto para estudar no país. Neste post, vamos falar sobre os vistos de estudante D4, D5, E6 e E9.


E temos uma boa notícia: para brasileiros, o processo é um pouco mais fácil, por falarmos o mesmo idioma e pelo fato do ENEM ser aceito em Portugal. Então, chegou a hora de especificarmos cada um desses vistos. Vamos lá!


Visto de Estudante D4

Se você quer ficar mais de um ano morando em Portugal para estudar, o visto D4 é um dos mais solicitados pelos brasileiros que desejam cursar uma graduação, pós-graduação ou doutorado, por exemplo.


Uma vantagem interessante do visto de estudante D4 é que depois de morar por 5 anos em Portugal, você estará elegível para abrir o processo de dupla nacionalidade portuguesa por tempo de residência.


Esse visto abre muitas portas para os brasileiros terem a oportunidade de aproveitar toda a qualidade de vida europeia, além de deixar o currículo mais robusto, com grandes chances de conseguir melhores colocações no mercado de trabalho.


O documento principal para solicitar esse visto é o comprovante de matrícula na universidade ou a carta de aceitação demonstrando que você foi aceito e aprovado para fazer determinado curso.


Confira no site do Consulado Geral de Portugal quais são os documentos necessários para tirar o visto de estudante D4.


Visto de Estudante D5

O visto de estudante D5 é concedido para brasileiros e demais cidadãos estrangeiros que desejam morar em Portugal para estudar, desde que não sejam nascidos em nenhum dos Estados Membros da União Europeia, do Espaço Econômico Europeu ou da Suíça.


Então, qual é a diferença entre o visto de estudante D4 e D5? É que o visto D5 é indicado para estudantes universitários que já moram e estudam em uma das 28 nações membros da União Europeia.


Confira no site do Consulado Geral de Portugal quais são os documentos necessários para tirar o visto de estudante D5.


Visto de Estudante E6

Se você quer fazer um intercâmbio de estudo em Portugal, o visto de estudante D6 é uma ótima alternativa para viver legalmente na Europa. Esse tipo de visto também é emitido para profissionais que irão estagiar ou desenvolver algum trabalho voluntário em Portugal.


Vale ressaltar que todos os vistos de modalidade “E” concedem o direito de permanecer em terras portuguesas por, no máximo, um ano.


Confira no site do Consulado Geral de Portugal quais são os documentos necessários para tirar o visto E6.


Visto de Estudante E9

O visto de estudante E9 é para quem quer morar em Portugal por até 12 meses, com o objetivo de frequentar cursos técnicos ou específicos para formação profissional.


Para conseguir esse visto temporário, você precisa estar matriculado em uma instituição de ensino profissionalizante que seja reconhecida em Portugal.


Confira no site do Consulado Geral de Portugal quais são os documentos necessários para tirar o visto de estudante E9.


E o que todos esses vistos de estudante para Portugal têm em comum? Todos eles te possibilitam trabalhar legalmente no país. Para conseguir esse direito, você tem que comprovar ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que o emprego não irá interferir na carga horária dos seus estudos.


Quer saber mais sobre outras formas de viver na Europa? Continue sua leitura e conheça os principais tipos de vistos para morar em Portugal.

1 view0 comments